A História se repete: O IMN é novamente premiado em Congresso Brasileiro

123635519349b148793d289

Papel da Cintilografia Óssea Trifasica no Diagnóstico da Sinovite é premiado no Congresso Brasileiro de Medicina Nuclear em Vitória em Set. 2008

Em Setembro de 2008,durante a realização do XXIV Congresso Brasileiro de Medicina Nuclear realizado em Vitória-ES , um novo trabalho cientifico realizado pelos médicos do IMN de Cuiabá : Dr. Paulo Eduardo Assi; Dr. Waldyr Liberato Junior; Dr. Denis Arantes da Costa e a Dr.a Sylvia Thomas do Hemocentro de Mato Grosso foi novamente premiado. O tema desta vez foi : “Sinovectomia Radioativa na Artropatia Hemofílica: Papel da Cintilografia Óssea Trifásica no diagnóstico de sinovite e na monitoração da resposta ao tratamento” e que demonstra a importancia deste procedimento no diagnóstico da Sinovite em Atividade.

A possibilidade de se avaliar todas as grandes articulações freqüentemente acometidas pelas artropatias em um único exame, com menor custo quando comparada as outras metodologias de exames por imagem (Ressonância magnética ou Ultra-Som ), torna a cintilografia óssea trifásica um procedimento muito útil na triagem de pacientes hemofílicos para se indicar uma RSO; além de ser uma ferramenta promissora na avaliação da resposta ao tratamento destes pacientes.

Este trabalho sobre o uso da Cintilografia do Esqueleto Trifásica na Artropatia Hemofílica foi baseado na experiência que o grupo de médicos nucleares do IMN de Cuiabá possuem na detecção cintilográfica de processos inflamatórios em atividade em artrites inflamatórias como por exemplo: a Artrite Reumatóide.

O texto do trabalho cientifico premiado ( Resumo 128 ) pode ser acessado na sua integralidade clicando abaixo no item “Temas Livres Aprovados no Congresso de Medicina Nuclear de Vitória”. Neste mesmo congresso foi apresentado um outro tema livre do grupo com o titulo: “Hidroxiapatita-Itrio 90 : Um novo radiofármaco para uso na Artropatia Hemofilica Crônica ( Dados Preliminares )” , cujo conteudo também podera ser visualizado ( Resumo 120 ) na sua totalidade.

Ainda no Congresso Brasileiro de Medicina Nuclear realizado em Vitória , sob a forma de painel, foi demonstrado o programa de controle de qualidade dos radiofármacos marcados com tecnécio ( 99mTc ), e que foi implantado na rotina diária do IMN em Julho de 2.008 , cumprindo antecipadamente a exigência do artigo 6.16 da RDC-ANVISA nº 38 que dispõe sobre a instalação e o funcionamento de Serviços de Medicina Nuclear no pais e que entrou em vigor em Janeiro de 2.009.